segunda-feira, 9 de maio de 2011

hoje voltas-te a fazer o mesmo, que foi o que sempre eu mais temi neste tempo. desvias-te o teu olhar para o chão por meros segundos (o tempo de eu desapareçer do teu campo de vista), isso doi, magoa mais do que possas imaginar. saber que chegamos aqui, a este ponto, e que a nossa história já foi uma das mais bonitas, que já existiu um tempo que viviamos um para o outro ou mesmo dizendo viviamos condicionados um do outro, quando eu te fazia bater o coração e tu o meu, quando pediamos para o tempo não passar e quando pensavamos que o mundo era nosso. agora limitas-te a pensar que não existo, visto como eu vi até pareçe fácil, sorris para os teus amigos e eu para os meus, amigos que já partilhamos.  tentamos disfarçar que ainda há algo que nos destroi por dentro e que somos felizes. fazes esse movimento vezes sem conta, já nem deves reparar (o teu corpo já deve ter automatizado), dás a ideia que nunca nos conheçemos e que agora sou apenas mais uma estranha na tua vida.
enquanto isso eu penso, como fomos capazes, eu magoei-te mais do que pensei que pudesse magoar alguém e tu magoaste-me a mim, fomos ambos culpados de uma culpa que não devia de existir. foi contigo que aprendi que o amor é transcendente, não dá para explicar. dou-te os meus sinceros parabéns por continuares de pé e sozinho, sim porque eu tenho alguém ao meu lado (e ás vezes penso porque que o fiz), continuo aqui há espera que o tempo resolva as coisas por mim, e triste por saber que amanhã vou encarar-te outra vez, e tu não vais conseguir olhar para mim e mostrares o sorriso que antes me fazia viver, vais apenas fazer o habitual, penetrar o teu olhar num espaço de chão e continuar como eu fosse o "vazio".

8 comentários:

mary b disse...

obrigada amor :$! <3

suellen cristina disse...

como te entendendo bem. :$
...seguindo.

Alexandra Mota disse...

obrigada querida, eu gostei mt do teu blogue !

inês disse...

também te adoro, meu amor!

sofia disse...

obrigada *-*
estou a seguir*

Rafa disse...

Escreves muito bem... E forças... :/

P.S.: muito obrigada pelo seu comentário :D e sim, eu também acho o justin bieber feio !

Martinha disse...

antes de tudo sabes que adoro o que escreves, e que vou estar sempre do teu lado !
agora respondendo há tua pergunta princesa, gosto do Hugo com tudo aquilo que tenho, mais do que a minha própria vida e não sei porquê há algo dentro de mim que me diz que por ele vale a pena, eu gosto do amor, mas não de me sentir assim :c
FORÇAAAAAAAA, estou contigo !

lía disse...

"eu magoei-te mais do que pensei que pudesse magoar alguém e tu magoaste-me a mim, fomos ambos culpados de uma culpa que não devia de existir."

o mesmo se passou comigo!